sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Estou de volta

Estou de volta. Não sei se dizer que estou de volta está certo, já que não estou no mesmo lugar de onde parti. Por mais que voltemos acabamos sempre parando num lugar diferente. Depois de alguns meses de muita porrada, falta de tempo, algumas conquistas e verdadeiros tiros no peito, estou escrevendo aqui de novo.

Adorei as cobranças por novos posts feitas por grandes amigos e amigas, e parentes, que não deixam de ser grandes amigos e amigas. Aaaahhhh, minha família. Não existe nada no mundo que eu ame mais do que a minha família. Ela merecia um livro. Não um post, num bloguezinho qualquer. Por isso não vou fazer um post nesse bloguezinho qualquer exclusivamente dedicado à ela. Vou só deixar as idéias fluirem um pouco, pra ter a sensação de que estou de volta. Sentir um vento imaginário no cabelo, que aos poucos vai se tornando também imaginário. Hoje estou de folga. Pena que o sol e o dia bonito também terão que ser imaginários. Mas não importa. Quanto à missão do livro sobre os Cavalcanti, deixo pra outro membro mais talentoso com as letras do clã. Depois eu dou uma revisada.

Agora, não tenho intenção de fazer nenhum sentido. Nem de fechar os parágrafos com um significado redondo e uma mensagem pretensamente inteligente. Não estou pensando na crise, nem no Obama, nem no Lula, nem no tempo. Talvez um pouco no tempo...

Nesse momento escrevo e sinto saudades. De uma tia amada que agora ilumina essa família linda que eu tenho. Ela brilha junto da minha mãe. Duas estrelas irmãs. É tão difícil manter essa estrutura toda sem elas. Mas a gente vai dar conta. Porque a gente é foda. Adoro essa palavra, que uma amiga das antigas dizia, "Se fosse foda era bom". E é bom. É ótimo. É como nós somos. Sem modéstia, mas com humildade. Assim, contraditórios.

Enfim, estou de volta.
Diferente. Mas o mesmo.
Ou o mesmo. Só que diferente.
Às vezes sinto saudades. De todos. E de mim também.

Hoje eu tô de folga

16 comentários:

Violeta disse...

o primo está de volta. e está, veja só, me pondo lágrimas nos olhos. talvez seja porque estou malzinha, talvez seja só a tpm. mas o que você escreve é bonito, primo.

e assa sua falta de compromisso com o sentido, essa voltade de voltar falando, falando, e isso tudo, sabe que me lembra um pouco de mim?

a gente é foda, mesmo. nem tem jeito de dizer outra coisa :)

Thiago disse...

Gostei muito do texto, de verdade.

isabella saes disse...

Amei. O texto e a sua volta. Já esperando pelo próximo post...

Sergio Brandão disse...

Gabriel, gostei MUITO do texto!!! Nestas minhas "zapeadas" diárias por blogs, me surpreendi pelo teor e pela falta de "pretensão literária" (rs) ter dado no que deu: um post simples, mas muito bem escrito e que trata de aspectos tão humanos e universais, como família, auto-crítica e retomada de percurso e de "nós mesmos". Certamente vc deve ter um "pé" na filosofia ou na psicanálise, nem que seja apenas como mero apreciador! rs Abs.

Gardênia Vargas disse...

Ele voltou!!!!
O-ba! Adoro suas linhas bem escritas.
Saudades de você amigo!

Aquarius disse...

Valeu Gabriel. Q bom q voltaste a escrever.

Léo Cohen

Thais disse...

Também estou com muitas saudades...
de você, da família...

hoje e essa semana não estou de folga....

bjo enorme

Luciana Bastos Figueiredo disse...

amigo, q bom ver vc de novo, nem que seja por aqui se ao vivo tá cada vez mais difícil e enrolado... adorei te encontrar na sexta também, pena q foi rapidinho... mas para além dessas lamentações saudosistas, tô muito feliz de ler vc de novo :)

Gabriel Cavalcanti da Fonseca disse...

Maricota, tem um pouco de vc no texto mesmo. Aliás, tem uma menção a vc, sem dizer seu nome.:)

Valeu, Thiago, Bella, Gardênia e Leo!

Sérgio, obrigado pelo comentário. Acho que meu pé na filosofia ou na psicanálise é mais ou menos o que todos temos. Esse de ficar pensando. Abs e seja bem vindo sempre.

Saudades tb, Thais. Que bom que o Natal está chegando.

Pois é, Lu. Vamos marcar um eventinho de fim de ano? Beijos e abraços a todos

Laura Severo disse...

Hoje eu tô de férias
Alimento então a mim,
com as palavras dos outros...
e os seus sentimentos.

Lindo!
Vida.

Maria disse...

passando por aqui, percebi que comentei com meu perfil antigo...

esperando de um novo post =)

isabella saes disse...

Tá de volta ou não tá?! Cadê? Quero mais!!! Beijos, um ótimo Natal e um Ano Novo cheio de realizações pra vc, querido!! Grande beijo.

Carlos Henrique disse...

Um Feliz Natal e um 2009 cheio de realisações, com um tempinho a mais para as postagens.
Um Abraço a toodos!

Gabriel Cavalcanti da Fonseca disse...

Feliz Ano Novo pra todo mundo!

Daniel Cavalcanti disse...

Bem vindo de volta primo!!
O livro dos Cavalcantis tem que rolar!! Tu já começou?

Gabriel Cavalcanti da Fonseca disse...

Quem começou foi o vovô ;)
A gente continua.

Abração